Antes de entrarmos de fato no assunto principal, que é o edital TRF-3 que abre o concurso para o TRF-3, vamos entender brevemente o que de fato é este órgão.

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região é um órgão da Justiça Federal de 2º grau, que cobre o Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Ele tem um papel importante em julgar processos que passaram da primeira instância.

É também o responsável por emitir mandados de segurança, habeas corpus, revisões criminais e outras ações.

TRF-3 (Tribunal Regional Federal)

Edital TRF-3

Para os que aguardavam ansiosamente pelo Edital, a espera finalmente acabou.

Ele saiu, e traz algumas vagas para aqueles concurseiros que querem ingressar na área jurídica, representando um importante setor do nosso país.

Apesar de termos a confirmação e liberação do Edital TRF-3, não temos muitas vagas disponíveis, o que tornará a disputa bem acirrada.

Relação de vagas no Edital TRF-3

Sendo mais específico, temos um total de 9 vagas liberadas no Edital TRF-3.

São 3 vagas para Analista Judiciário da Área Judiciária e uma para Analista Judiciário da Área da Informática.

Para os que pretendem ingressar no nível técnico, temos:

  • Uma vaga para Técnico Judiciário na Área da Informática.
  • Quatro vagas para Técnico Judiciário na área administrativa do órgão.

Para o cargo de Analista, que é o mais concorrido na maioria dos concursos relacionados ao setor judiciário, temos a exigência do ensino superior completo em Direito.

A remuneração pode chegar a R$13.365,00 fora os múltiplos benefícios ofertados por uma vaga de concurso público.

Caso você pretenda entrar na área de informática, não é necessário ter o ensino superior em Direito, mas é necessário ter alguma formação superior, independente de qual for.

Já o nível técnico, temos também uma ótima remuneração, e uma disputa menor.

A remuneração deste cargo é de R$8.501,00 fora os benefícios como alimentação, transporte e outros.

Se você ainda não participou de nenhum concurso e pensa em prestar para conseguir uma oportunidade de emprego, leia também sobre o FGV concursos.

As inscrições segundo o Edital 

O prazo para se inscrever no concurso do Tribunal Regional Federal começa no dia 12 de setembro e termina no dia 2 de outubro.

A prova será organizada pela banca FCC (Fundação Carlos Chagas), bastante conhecida nos concursos públicos de diversos órgãos.

Há uma taxa considerável a ser paga para realizar a inscrição, que é de R$85 para o nível técnico e R$95 para analista.

Os candidatos de baixa renda poderão solicitar a isenção do pagamento desta taxa entre o dia 12 e o dia 16 de setembro.

Você concurseiro que não sabe por onde começar a estudar, leia sobre o artigo Concurseiro de Sucesso e veja como conseguir bons resultados!

Detalhamento da prova no Edital TRF-3

O Edital TRF-3 também traz, como já esperávamos, detalhes com relação a prova em si do concurso e suas etapas.

Elas estão agendadas, a princípio, para ocorrerem no dia 1 de dezembro.

A primeira prova será objetiva, e será a mesma para os candidatos independente do cargo selecionado.

Já a segunda prova, varia de cargo para cargo, e será discursiva.

Todos os cargos terão uma prova com 60 questões, sendo 20 de conhecimento geral e 40 de conhecimento específico.

Entrando em detalhes fornecidos pelo Edital TRF-3, temos o conteúdo abordado nas provas.

Espere encontrar na hora da avaliação objetiva questões de :

  • Português
  • Raciocínio Lógico
  • Sustentabilidade
  • Governança
  • Gestão Estratégica
  • Governança Corporativa

É claro que os temas variam de acordo com o cargo pretendido, porém, pode-se ter uma base a partir destes.

A prova tem duração de 4 horas e 30 minutos, tanto a objetiva como também a discursiva.

Para quem quer prestar também para Concursos Públicos em Minas Gerais a hora de fazer sua inscrição é agora. Não perca!

Para a avaliação específica, espere encontrar muitos temas ligados à área do Direito, que é justamente o foco deste órgão público.

Estude muito bem:

  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Direito Processual Civil
  • Direito Civil
  • Direito Tributário
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Direito Previdenciário.

como estudar para o concurso TRF-3 (Tribunal Regional Federal)

As questões da banca tendem a ser completas e exigem um bom raciocínio lógico por parte do candidato.

Logo, se esforce e estude firme para garantir a tão sonhada vaga no TRF-3.

A nota será calculada da seguinte maneira: Para as questões de conhecimento geral, temos uma avaliação de 0 a 10, com peso 1.

Já a prova de conhecimentos específicos, tem peso 3, também sendo avaliada de 0 a 10.

Somando estas duas notas e tirando a média, temos a sua média final.

Vale lembrar também que há a prova discursiva, que vale de 0 a 10 também.

Abriram as inscrições para o Concurso Vunesp e está com mais de 7.000 vagas disponíveis para o ano de 2020, veja!

Como estudar para Tribunal Regional Federal – 3        

Com base no Edital TRF-3, você poderá traçar mais facilmente o plano de estudo ideal para você.

É claro que cada um tem sua forma de aprendizagem, porém, consultar o edital completo é fundamental para te orientar nesta trilha.

Caso você pretenda prestar o concurso para a área de técnico dentro da informática, não precisará de conceitos pesados de Direito.

Por exemplo, na prova para Técnico Judiciário, temos a abordagem de temas como:

  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito administrativo
  • Gestão Pública

Tudo o que é exigido do candidato são noções, diferentemente do cargo de Analista, como foi citado anteriormente.

Se você quer concorrer também ao cargo de Auditor Fiscal, fique por dentro do conteúdo que precisa estudar para a prova e veja qual a sua remuneração.

Para estudar e garantir sua vaga no TRF-3, além de olhar o edital TRF-3, busque informações sobre a banca realizadora do concurso, que no caso é a Fundação Carlos Chagas.

Estudar a banca já fará com que você saia na frente de milhares de candidatos, pois esta banca realiza diversos concursos.

Você pode estudar o que ela costuma cobrar e como ela costuma cobrar os assuntos em outras provas da área judiciária.

Quem sonha também em tentar uma vaga para Auditor Fiscal do Trabalho, confira o artigo que mostrará sobre áreas de atuação e suas remunerações.

Tribunal Regional Federal

É uma estratégia que demanda maior tempo, porém, como o concurso só será realizado em dezembro, você tem tempo!

E por fim temos a dica fundamental, que é simplesmente sentar e estudar, com foco, disciplina e dedicação.

Se você quiser dicas de como estudar e passar no concurso, baixe o e-book gratuito do Instituto Primus. Acesse o link http://institutoprimus.com.br/ebook e confira!

Leia livros, mantenha-se ligado nas últimas notícias, principalmente aquelas relacionadas a área do Direito no nosso país, e faça muitas questões anteriores.

Resolver questões anteriores é uma das melhores estratégias para estudar, pois assim você coloca em prova se você sabe realmente sobre o tema ou ainda precisa reforçar um pouco mais.

Leia também sobre o edital Concurso Aberto RJ. Lá você encontrará as vagas em aberto e o que estudar para conseguir um bom resultado.

No dia da prova, procure manter total tranquilidade, apesar de ser complicado, pois muitos candidatos perdem grandes oportunidades justamente por conta do nervosismo na hora.

Write A Comment